20 de Janeiro, 2020 | Por admin

7 ideias para melhorar as suas devocionais em 2020 com a Pilgrim

Já aconteceu com todo crente. Você acumula três planos de leitura bíblica, desempoeira o devocionário comprado na Black Friday, separa um horário certinho para seu “momento com Deus”, pensa em várias estratégias diferentes para aplicar isso durante a sua rotina e… nada muda. Você ainda não consegue ter momentos devocionais frequentes.  Logo depois, você se vê acessando redes sociais no lugar da sua devocional.

A longo prazo, essas distrações se revelam destrutivas. Ao invés de Cristo formado em você por meio das devocionais, você progressivamente se assemelhará a um adorador das suas distrações. Como Tish Warren coloca:

“Nós temos hábitos cotidianos, práticas formativas, que constituem liturgias diárias. Ao buscar primeiro o meu celular a cada manhã, eu desenvolvi um ritual que me treina para determinado fim: entretenimento e estímulos por meio da tecnologia. Independentemente do que eu digo ser a minha cosmovisão ou subcultura cristã particular, o meu hábito diário inconsciente estava me moldando para ser uma adoradora de telas brilhantes” (Liturgia do Ordinário. São Paulo: Pilgrim, 2019, p. 46)

Assim, como você pode se tornar um verdadeiro adorador de Cristo ao invés de um “adorador de telas brilhantes”? Que tal usar essas mesmas telas brilhantes para te ensinarem mais sobre Cristo? Temos aqui 7 ideias de como utilizar o nosso aplicativo em 2020 para crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo (2Pe 3.18).

1.Ouça o devocional “Manhã e Noite” de Charles Spurgeon

Pergunte a quem quiser, é indiscutível que Charles Spurgeon foi um dos maiores pregadores evangélicos de todos os tempos. As suas breves meditações de menos de 5 minutos são mais acessíveis, profundas, consistentes biblicamente e confortadoras pastoralmente do que muitas pregações contemporâneas. Para começar e terminar os seus dias com a Palavra de Deus (e gostar do processo!), este livro é inegociável.

2. Ouça o capítulo de sua leitura diária com a Bíblia NVT

Talvez você já tenha escolhido o livro bíblico, o conjunto de versículos, devocionário ou plano de leitura bíblica anual que você vai seguir em 2020. Todavia, qualquer crente com um ritmo consistente de devocionais diárias já deve ter percebido como é fácil esquecer o texto bíblico durante o resto do dia. Que tal você meditar nele com mais um sentido? Em vez de simplesmente lê-lo com os olhos, ouvi-lo com os ouvidos pode ser mais uma maneira de ficar essa porção das Escrituras na sua mente.

3. Estude com uma Bíblia de Estudo

“Bíblia Sagrada com reflexões de Lutero” para os entusiastas da história da Reforma protestante. “Bíblia do Pregador” para os irmãos com o dom de ensino. “Bíblia da Família com Estudos de Jaime e Judith Kemp” para o culto familiar. “Bíblia da Mamãe” ou “Bíblia do Papai” para aqueles que querem lembrar dos seus filhos até no seu momento devocional. “Bíblia Sagrada Bom Dia” para juntar sua meditação bíblica com sua jornada devocional diária. “O Livro dos livros – edição literária da Bíblia” para uma leitura mais esteticamente confortável. Ou simplesmente a sua versão favorita da Bíblia (ARA, NTLH, ARA, King James, NVT, etc.) pode ser o que você precisa para facilitar a sua leitura bíblica diária. Muitas vezes, o seu desânimo para ter tempo diário com as Escrituras se deve a você não estar lendo elas direito. Que tal usar uma dessas Bíblias, todas elas disponíveis na Pilgrim, para retirar mais esse obstáculo do caminho?

4. Confira a nossa esteira de “Devocionais”

Mesmo com as diversas versões da Bíblia propostas acima, você ainda pode querer a ajuda de um bom escritor para trazer reflexões práticas para o seu dia-a-dia. Você pode se refrescar com as meditações diárias do talentoso pregador Hernandes Dias Lopes com sua série de Gotas para alma. Passar 90 dias em Gálatas, Juízes e Efésios ou em João 14–17, Romanos e Tiago com Tim Keller. Começar suas manhãs a cada dia do ano com “Bom dia!” de Stormie Omartian; treinar as linguagens de amor com Gary Chapman; ou simplesmente se alimentar do bom e velho Pão Diário. Se você estiver na dúvida sobre qual utilizar, basta ler uma ou duas reflexões de cada um e escolher o que você mais gostar. O que importa é se firmar no hábito de ler esse devocionário todo dia.

5. Coloque em prática os compromissos de Sabedoria digital para a família

Sim, já falamos de muitos livros que você pode usar esta tela brilhante na sua frente para ser edificado. Mas você também crescerá na fé sabendo quando pôr de lado essa tela para conviver com pessoas reais no mundo real, especialmente aquelas mais próximas de você. No livro Sabedoria digital para a família (original Pilgrim), Andy Crouch sugere, e explica detalhadamente cada um, dos dez compromissos a seguir:

1. Desenvolvemos sabedoria e coragem juntos como família.

2. Queremos criar mais que consumir. Então, preenchemos o centro de nossa casa com coisas que recompensam a habilidade e o engajamento ativo.

3. Fomos projetados para um ritmo de trabalho e descanso. Então, uma hora por dia, um dia por semana, e uma semana por ano, desligaremos nossos dispositivos e louvaremos, festejaremos, oraremos e descansaremos juntos.

4. Acordamos antes de nossos dispositivos, e eles “vão dormir” antes de nós.

5. Temos por objetivo “não ter telas antes que nossa idade tenha chegado a dois dígitos” — na escola ou em casa.

6. Usamos telas com um propósito, e as usamos juntos, em vez de usá-las sem propósito e sozinhos.

7. O tempo no carro é tempo de conversa.

8. Os cônjuges têm a senha um dos outro e os pais têm completo acesso aos dispositivos dos filhos.

9. Aprendemos a cantar juntos em vez de deixar a música gravada e amplificada tomar conta de nossa vida e adoração.

10. Nós comparecemos aos grandes acontecimentos da vida. Aprendemos a ser humanos quando estamos presentes nos momentos de maior vulnerabilidade. Esperamos morrer nos braços uns dos outros.

Estranho, não é? Parece radical demais, mas, ao mesmo tempo, soa como um alívio muito necessário para a nossa vida corrida em família. Talvez seja difícil fazer devocionais individuais na sua casa ou cultos domésticos com a sua família justamente porque não existem limites para a tecnologia no seu lar. Hora de planejar a sua devocional também é hora de abençoar a sua família.

6. Ouça audiolivros em comunhão

Assim como numa dieta, a sua alimentação espiritual diária não trata apenas de o que você come, mas também de como você come. Ou seja, ao planejar suas devocionais de 2020, repense em como absorver todo o conteúdo disponível. Uma forma que vai ser especialmente edificiante é ouvir audiolivros em comunhão. Ao invés de simplesmente lê-los e absorver o máximo de informações possíveis, espalhe o conteúdo deles. Você pode estudar um livro junto com seu pequeno grupo ouvindo seus trechos favoritos e discutindo-os depois. Você pode compartilhar trechos dos audiolivros nas redes sociais e perguntar o que os seus amigos pensam. Você pode simplesmente se sentar com a sua família todo dia e ouvir a Bíblia em atitude de oração. Essa é uma forma de compartilhar dons espirituais e fazer com que você “seja encorajado pela fé mútua, vossa e minha” (Rm 1.11-12). 

7. Repense sua rotina com Liturgia do Ordinário, Refresh e Reset.

Por fim, o obstáculo para a regularidade das suas devocionais pode ser uma rotina pesada demais. Ela pode ser pesada por ser tão ocupada que você não tem energias para passar um tempo com o Senhor. Ela pode ser pesada por não permitir você relembrar e reaplicar o que você aprendeu com a sua Bíblia naquele dia ou no domingo. Ela pode ser pesada porque você não vê como ela pode glorificar a Deus nela. De todo modo, não adianta reservar 15 minutos para Deus no seu dia se todos os outros te afastam dele.

Assim, a nossa última orientação é refazer as suas rotinas para que você tenha espaço para as suas devocionais. E não qualquer espaço. É preciso de um espaço bom o suficiente para que você consiga se concentrar. Além disso, é preciso um espaço aberto o suficiente para que aquele momento devocional contagie todos os outros momentos do seu dia e os redirecione para Deus. É como se você estivesse procurando um lugar para colocar uma flor na sua casa: você precisa de um espaço arejado para ela sobreviver e de um espalho bem-posicionado para que toda a casa seja embelezada pela presença dela.

Portanto, para corrigir a sua rotina pesada e abrir espaço nela para você se concentrar devocionalmente, utilize os livros Reset (David Murray), para homens, e Refresh (Shona Murray), para mulheres. Mesmo que você não sofra de burnout, essas obras são perfeitas para você repensar a sua rotina de forma bíblica e saudável para o seu corpo e mente.

Quanto ao problema de como permitir a sua devocional contagiar todos os outros momentos, o livro Liturgia do ordinário (Tish Warren) é inigualável. Com ele, você vai aprender a ver como todo o seu dia tem um significado espiritual. Há uma lição sobre Deus sendo ensinada da hora de acordar até cair no sono, desde coisas triviais como perder as chaves até desagradáveis como brigas conjugais. Tish, ela própria bem ocupada cuidando de seus filhos e sendo dona de casa, é a companheira perfeita para anotar essas lições junto com você.

No fim, a ideia central de Liturgia do ordinário é o que lhe fará alcançar o real propósito de ter um momento diário com Deus na presença de Deus : levar todos os outros momentos a Ele também. Quando você calibra os olhos da fé com a Palavra todo dia, cada dia se torna uma devocional ao Senhor.

Autor: Guilherme Cordeiro, editor de conteúdo na The Pilgrim.