19 de Novembro, 2020 | Por admin

Do áudio para o papel

Thomas Nelson e Pilgrim firmam parceria para transformar conteúdo digital em livros impressos

A editora Thomas Nelson Brasil fechou uma parceria inédita no mercado editorial brasileiro com a Pilgrim. A partir de 2021, a editora vai adaptar conteúdos exclusivos da plataforma, como audiolivros, podcasts e séries, em livros físicos. A movimentação faz parte da estratégia da Thomas Nelson de investir em novas formas de produção de conteúdo, atento ao crescente público do digital.

“Nossa parceria com a Thomas Nelson reforça nosso propósito de servir a comunidade com conteúdo cristão de qualidade, disponível em diversos formatos e acessível para consumo em momentos diferentes da rotina de nossos usuários. É mais um sinal de que o digital e o físico não são inimigos e que dentro da estratégia correta, podem colaborar para o benefício de todos os envolvidos”, afirma Leonardo Santiago, sócio da Pilgrim. 

Segundo dados da pesquisa Datafolha, realizada no início de 2020, 31% da população brasileira (65,4 milhões de pessoas) é evangélica. Apesar da queda nos índices de leitura no país — segundo a mais recente pesquisa “Retratos da Leitura”, divulgada em setembro pelo Instituto Pró-Livro, o país perdeu 4,6 milhões de leitores entre 2015 e 2019 — a Bíblia ainda é o livro mais lido no país (35%), seguida por livros religiosos (22%). O segmento foi o único a apresentar resultado positivo de vendas (2%) nos últimos 14 anos, de acordo com levantamento recém-publicado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), diante de queda de 20% no faturamento do mercado editorial. Na Pilgrim, o número de acessos à plataforma de conteúdo cristão aumentou 300% apenas em 2020, em parte motivado pelo isolamento social causado pela pandemia de coronavirus. Utilizando tecnologia de ponta e ciência de dados, a Pilgrim consegue ainda mapear o perfil do usuário, e gerar dados detalhados do público do setor. 

“Vemos nessa parceria um potencial de quebra de paradigma na forma como analisamos e adquirimos conteúdo. São ideias, relatos, histórias e estudos que virão já testados pelo consumidor e validados pelo processo de construção e consumo de conteúdo digital. Temos certeza de que o resultado serão livros marcantes e que irão totalmente de encontro ao que os leitores estão buscando”, explica Samuel Coto, diretor editorial da Thomas Nelson Brasil.

Embora o modelo de negócio da Pilgrim facilite o acesso de clientes do mundo todo, muitos usuários gostariam de contar com o suporte impresso para gravar melhor suas descobertas com o conteúdo exclusivo da plataforma. A parceria possibilita que os novos autores evangélicos lançados na plataforma Pilgrim encontrem um caminho mais rápido para a versão impressa, e chegue logo às mãos do leitor. 

Com a ajuda da Thomas Nelson Brasil, a experiência do usuário da Pilgrim poderá ser guardada na estante. O conteúdo disponibilizado pela startup — em audiolivros, podcasts ou séries — agora serão adaptados e distribuídos com a excelência característica da Thomas Nelson.